BRA | Voluntários do Estudar Vale a Pena participam do Encontro de voluntários Itaú Unibanco

11/12/2017 09:49

No último dia 25 de novembro, o Instituto Unibanco reuniu, em São Paulo, voluntários de todo o Brasil e também da América Latina para o Encontro de Voluntários Itaú Unibanco. Os voluntários do Estudar Vale a Pena marcaram presença.

Milena Rodrigues de Souza, analista de Pagamento do Itaú Unibanco, estava ansiosa para saber o que ia acontecer no decorrer do evento. “É a primeira vez que venho ao Encontro Anual de Voluntários. Participo de algumas ações de voluntariado do banco e quero me inscrever para o Estudar Vale a Pena em 2018. Também vou inscrever meu irmão”, conta.

O início do Encontro trouxe aos participantes uma performance teatral toda encenada por um grupo de voluntários do polo Centro Tecnológico. Durante a apresentação, os personagens interagiram com o público e mostraram que com determinação é possível vencer todas as dificuldades do caminho.  

Uma manhã de palestras

No decorrer da manhã, os voluntários também assistiram a três palestras no estilo TED (apresentações curtas de até 20 minutos). Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco e presidente da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), foi a primeira palestrante a subir ao palco e abordou o tema “movimentos globais a favor da transformação”, destacando os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Em seguida, foi a vez da fundadora da InfoPreta, Buh D’Angelo, falar aos convidados. Sempre com muito humor, Buh contou como a empresa – primeira e única na área de tecnologia criada por mulheres negras e LGBTs - nasceu e quais foram as dificuldades que encontrou no caminho.

A última palestra foi da gestora nacional da ONG Aldeias Infantis, Sandra Greco, que contou algumas histórias sobre a instituição e também trouxe à sua fala os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Na sequência, Léo Morales, voluntário do Estudar Vale a Pena, Patrício Mota Guedes, do comitê Mobiliza Itaú de Salvador, e os mestres de cerimônia Anna Carolina Bruschetta (coordenadora de assessoria de voluntariado da Fundação Itaú Social) e Álvaro Chaparro (da área de Sustentabilidade da Fundação Itaú no Paraguai), integraram uma mesa redonda, em que foi debatido o que é ser voluntário. O encerramento do evento foi feito pela palestrante Vania Ferrari, da Pensamentos Transformadores, que falou sobre como manter uma relação positiva com o trabalho.

Após o evento, a analista Milena afirmou que o Encontro foi melhor do que imaginava. “Senti que os relatos que ouvi durante a manhã são verdadeiros e inspiradores. Acredito que também posso fazer a diferença”, finalizou.

 

Palavra de voluntário

Ronaldo Rodrigues da Silva, do Comitê de Mobilização Social do Centro Tecnológico: “Sou líder e voluntário do Estudar Vale a Pena. Sou professor de formação e estar no Estudar Vale a Pena me traz um certo saudosismo.”

Joferson Ferreira, do Comitê Mobiliza Itaú: “Atuo há cinco anos no Estudar Vale a Pena e tenho visto muitas mudanças positivas no programa, como na remodelagem do material e na parte didática. Sinto que para alguns alunos o Estudar Vale a Pena foi um marco. Muitos passaram a fazer plano de vida, a pensar sobre o que vão estudar. É estimulante.”

Léo Morales, gestor de Projetos: “Trabalho há 17 anos no Itaú e há cinco sou voluntário do Estudar Vale a Pena. Gosto muito da atuação dentro da sala de aula. Por isso, prefiro continuar a ser voluntário e não líder. Sempre tento trazer novos voluntários para o Estudar Vale a Pena, pois cada vez que uma pessoa começa a participar do programa, dobramos nossa força.”

Você precisa estar logado para comentar e interagir!
Login ou Cadastre-se